AUTO RESGATE: SOBREVIVER É UMA DECISÃO!

Por: Cesar Lonn Pinto

 Quando seu final de semana de lazer vira um situação real de sobrevivência, lembre-se SEMPRE que é a sua atitude mental que te manterá vivo. Então… Respire! Agora suas prioridades são: PROTEÇÃO (abrigo), RESGATE (orientar-se), ÁGUA E COMIDA.


1.PROTEÇÃO: Abrigar-se para passar a noite e se proteger de animais é sua principal prioridade. Com uma lona, ou um poncho para chuva, e uma corda, você faz um abrigo seguro e “termicamente confortável”. Evite o contato direto com o chão e coloque uma roupa seca – água conduz calor vinte e cinco vezes mais rápido do que o ar. Lembre-se de que duas camadas no chão valem mais do que uma no chão e uma em cima. Fique atento a sinais de hipotermia: calafrios, dificuldade de caminhar ou amarrar os sapatos, e desorientação.

2.RESGATE: Sua próxima prioridade é o resgate. Procure pontos de referência ou mesmo marcas dos seus sapatos, eventualmente isso o levará novamente a trilha correta. Acaso você esteja num carro enguiçado fique nele! Tenha sempre um apito (o som vai mais longe e mesmo fisicamente esgotado você consegue soprar) e também uma faca ou objeto brilhante a mão. Você poderá sinalizar e “recortar” o reflexo com os dedos. Isso cria sinais luminosos “não naturais” que chamam a atenção a quilômetros. SOMENTE se você tiver conhecimentos de navegação e/ou um mapa, tome a iniciativa de se orientar pelo sol ou pelo Cruzeiro do Sul a noite.

 

    3. ÁGUA: Você precisa estar hidratado para ser resgatado ou se auto resgatar. Na ausência de água corrente, procure por depressões na rocha ou plantas como bromélias e bambus – elas podem prover alguma humidade. Pela manhã haverá orvalho na vegetação e você pode recolhe-lo passando sua bandana ou camisa até encharcar, então é só sugar. Para purificar, se houver fogo, ferva a água ou a deixe ao sol numa embalagem plástica transparente. Você pode filtrar a água usando suas meias e algum carvão triturado de sua fogueira. Beber sua própria urina é um recurso extremo e perigoso.
4. COMIDA: Agora que você já providenciou PROTEÇÃO, RESGATE e ÁGUA, vai precisar de comida. A comida proverá a energia necessária para seu resgate e tem grande efeito psicológico no sobrevivente. O corpo humano pode ficar dias sem se alimentar (diferente da falta de água), desde que você não gaste energia sem necessidade. Você terá maiores chances de obter comida próximo a rios ou corpos de água, ao entardecer ou logo pela alvorada. Coletar frutos e caçar pequenos animais exige paciência. Evite frutos amargos ou que tenham seiva leitosa. Os insetos tem tanta proteína quanto a carne. Havendo recursos (como cordames ou arame) faça armadilhas próximas a água, tocas ou trilhas batidas por animais.

 

CESAR001  Cesar Lonn Pinto e montanhista, com mais de 30 anos de vivencia em atividades outdoor. Experiência de montanha no Brasil, Chile, Argentina e Bolívia.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s